Taquaritinga, 30 de Outubro de 2014 - Ano 14   
Sol na maior parte do período

Máxima 36

Mínima 20

Predomínio de Sol

CPTEC/INPE - 30/10/2014
» 1ª Página
» Assine
» Anuncie
» Pontos de Venda
» Tribuna do Leitor
» Expediente
» Fale com a gente
Procurar no Tribuna

Prazo de decadência do INSS passa de dez para cinco anos
Proprietários de imóveis que não possuem registro há cinco anos não precisam mais pagar taxa
30/11/2009 por Tribuna

Que tal concluir uma construção, não arcar com taxas para registro do imóvel e, mesmo assim, após cinco anos, poder escriturar o bem gratuitamente? Para quem conclui uma obra, ter de arcar com taxas exorbitantes e burocracia sem limites é motivo até de desespero. Mas acalme-se, contribuinte. Para tudo dá-se um “jeitinho brasileiro”.
A moda do momento tem sido a seguinte: fugindo dos impostos, proprietários de imóveis recém-construídos aguardam a passagem de cinco anos — tempo em que se prescrevem alguns impostos — para registrar o bem. Antes, esse tempo só prescrevia com 10 anos. O Supremo Tribunal Federal declarou inconstitucional a regra de 10 anos para prescrever a dívida.
Atualmente, para efetuar a averbação ou registro do imóvel é necessária a retirada da Certidão do Habite-se junto à prefeitura. O documento não possui um valor delimitado. A taxa de Habite-se é calculada levando-se em consideração a área total construída, multiplicada pelo valor do metro quadrado. Varia conforme o município e o tamanho da obra. O resultado é que, como todo imposto no Brasil, o Habite-se não sai barato.
É o caso, em Taquaritinga, de bairros como o Vale do Sol, Santo Antônio e Paraíso e outros que tiveram as casas construídas antes de 1993. Como o prazo de prescrição vence neste ano, provavelmente o documento sairá mais barato, sendo necessário apenas as taxas de cartórios. A medida beneficia os proprietários que precisam vender, financiar ou providenciar o inventário do imóvel.
A informação é do assessor para consultorias de projetos e regulamentação de obras, Dê Mazzi. Segundo ele, após cinco anos, o dono do imóvel pode se dirigir à sede mais próxima do INSS para regularizar os débitos fiscais referentes à obra. Como o prazo para a retirada da Quitação Fiscal se exauriu, o INSS emite a Certidão Negativa de Débito (CND) sem o pagamento de taxas, uma vez que o período para o ato prescreveu. (fonte: Jornal Opção)


         O que achou desta notícia?        Enviar para... Enviar notícia
por email
Seja o primeiro a comentar
.: Últimas notícias
27/10 - UPA provoca rombo de R$ 4 milhões no orçamento do município e contrato com gestora não deve ser renovado
27/10 - 'Feira da Madrugada' gera polêmica na cidade
27/10 - Vendaval e chuva de granizo deixam rastro de destruição em plantações e causam prejuízos
27/10 - Associação dos Aposentados vai à Câmara Federal para cobrar votação
27/10 - Creches vão mudar de horário em 2015, anuncia secretária
27/10 - Servidores municipais terão dois dias de folga no início da semana
27/10 - Empresa taquaritinguense voltará a extrair pedras da área da 'Pedreira'
27/10 - Prefeitura oferece desconto de 60% a pagamento de impostos atrasados
27/10 - Secretário de Esportes é afastado do cargo por 30 dias
27/10 - Morte de jovem motociclista comove amigos e familiares
27/10 - Motoristas voltam a transitar pela Avenida Paulo Zuppani
27/10 - Taquaritinga é vice na 4ª etapa da Copa do Brasil de Biribol
27/10 - Futsal de Taquaritinga está na final da Interligas
27/10 - Empate favorece e Os Bartira está na final do Amador do Náutico
27/10 - FUTEBOL AMADOR
27/10 - CULTURA EM DESTAQUE: Sérgio A. Sant'Anna
27/10 - SENHORITA MATRACA
27/10 - MOMENTO DE LUZ: Coerência e firmeza
27/10 - Notas de falecimentos
27/10 - SERVOS DO SENHOR JESUS
27/10 - PADRE ZEZINHO: A alma gêmea
27/10 - No Bico do Zuruba
27/10 - AS RUAS DE TAQUARITINGA: Milve Peria
27/10 - OPINIÃO DO LEITOR

Webmaster mauromicalli - mem@intercanal.com.br
Tribuna Taquaritinga - ©Copyright 2001 - Todos os direitos reservados
Av. Dr. Francisco Arêa Leão, 1190 - Taquaritinga - SP - Fone (16) 3253-6128
http://www.tribunataquaritinga.com.br - tribuna@tribunataquaritinga.com.br