Taquaritinga, 26 de Novembro de 2014 - Ano 14   
Muitas nuvens com curtos períodos de sol e pancadas de chuva com trovoadas.

Máxima 24

Mínima 20

Nublado e Pancadas de Chuva

CPTEC/INPE - 26/11/2014
» 1ª Página
» Assine
» Anuncie
» Pontos de Venda
» Tribuna do Leitor
» Expediente
» Fale com a gente
Procurar no Tribuna

Jornalista rebate ofensas à família Nunes
Augusto Nunes faz duras críticas ao prefeito Paulo Delgado: “ele usa de métodos sórdidos”
16/04/2007 por Tribuna

O jornalista taquaritinguense Augusto Nunes foi entrevistado pelo Canal Um é Notícia, no sábado (7), Dia do Jornalista. Augusto falou sobre a realidade da imprensa no país, em especial, a imprensa local, e aproveitou para rebater “ofensas à família Nunes”. O jornalista alfinetou o prefeito Paulo Delgado e assessores municipais. A repercussão na cidade foi grande e o TRIBUNA decidiu reproduzir parte da entrevista na segunda-feira (9).

Leia a seguir trechos da
entrevista de Augusto Nunes:

Taquaritinga – “Em qualquer palestra que faço no Brasil ou em qualquer outro país, eu sempre começo dizendo que sou de Taquaritinga, interior de São Paulo, com muito orgulho, e que eu sou o que esse terra fez de mim, para o bem e para o mal. Os defeitos eu atribuo a mim e à minha família. As qualidades são de Taquaritinga”.

Jornal gratuito – “Acho que descobri todos os segredos do jornalismo, menos um: como é que se faz um jornal gratuito? Eu sei que tem um jornal assim em Taquaritinga, o jornal O Defensor. Por trás de todo jornal gratuito, ou você tem um grande patrocinador ostensivo – não é o caso – ou vários financistas ou financiadores suspeitos. Jornal gratuito dá um prejuízo que ninguém suporta, a menos que seja de milionário. Quero saber quem é o milionário que está por trás dessa transformação.

Jornais de Taquaritinga – “Acho que existem dois jornais de verdade, o Nosso Jornal e o Tribuna, porque são bem escritos, porque dizem a verdade, porque são combativos e são independentes. Os outros eu reprovo por português. Se o sujeito não sabe escrever, não tem raciocínio lógico, não sabe contar uma estória com começo, meio e fim, não pode ser jornalista e isso elimina alguns jornais, inclusive esse jornal Evolução, que publica agora os anúncios da Prefeitura, num acordo bastante estranho. O outro eu elimino por não ser jornal, que é O Defensor. Começa pelo nome: Defensor. Defende o dono, defende o prefeito Paulo Delgado como defendeu outros. Jornal que começa defendendo, é time que começa na defesa, acaba sendo goleado.

Insultos - Nos últimos dois anos, tenho acompanhado, com crescente estarrecimento, a seqüência de insultos à história de Taquaritinga e seus personagens sem que haja uma reação popular a altura. “Eu só vejo insultos. A campanha de 1988 foi torpe, foi sórdida e só podia ser feita por alguém que veio de fora, na época, o Paulo Delgado, porque ninguém mais teria coragem de dizer aquilo que foi dito sobre um homem morto, como o meu pai; morto fisicamente, politicamente continua vivo no Tato Nunes, no Alexandre Nunes e em todos os seus milhares de eleitores e amigos que resistiram a isso. Foi uma campanha sórdida, o Paulo Delgado foi um vereador que usou de métodos sórdidos para fazer oposição e agora acha que é ofendido, injustiçado, humilhado. Quem não se habitua a oposição, não está preparado para a democracia”.

Forasteiros - Quando aparece um prefeito como o Paulo Delgado, quando aparecem secretários que são forasteiros, quando eles dizem que há 40 anos está tudo errado, que nada foi feito, eles negam a história, a cidade não cresceu por geração espontânea. Taquaritinga é uma obra coletiva. Quando eles dizem que tudo tem de ser reinventado, eles estão negando que Taquaritinga elegeu os seus prefeitos, eles estão insultando a nós, que elegemos os prefeitos, aos nossos pais, que elegeram ex-prefeitos, e aos nossos avós. Estão insultando a nossa história. Taquaritinga é uma cidade habituada a elegância. O maior orgulho do meu pai [Adail Nunes da Silva] era a inauguração Avenida Dr. Francisco Arêa Leão, porque ele queria homenagear um político que ele sempre admirou e que foi o primeiro a vencê-lo, em 1947”.

‘Papagaios de pirata’ - “Na festa da inauguração da Fundação Edmilson, eu vi os ‘papagaios de pirata’ da Prefeitura se apossando de uma festa que não era deles. O que eles pensam que são? Eles pensam que substituíram o Bernardino Sampaio e os irmãos Domingos da Silva, que eles refundaram Taquaritinga, com que autoridade? Taquaritinga é uma cidade muito jovem. Todos nós viemos de fora, mas não somos forasteiros porque nos tornamos taquaritinguenses. Forasteiro é quem vem e não quer ser assimilado, não trabalha pela cidade, insulta quem trabalhou.

União política - “Falam em união quando convém. Não há união política, só existe submissão! País sem oposição não é democracia. Cidade sem oposição, não há democracia. Aqui tem oposição. Aí eles dizem: ‘precisamos de união’. Não haverá porque não somos submissos! Para repetir a frese de Juscelino Kubitschek: ‘Deus nos poupou do sentimento do medo’. Praticamos o bom combate e sabemos ganhar e perder. Geralmente, ganhamos, por vontade do povo. Então, toda vez que se insulta o Vanderlei Marsico, está insultando os seus eleitores, toda vez que se insulta um ex-prefeito, estão insultando quem os elegeu, e é contra isso que eu me insurjo em nome da verdade porque sou um historiador de Taquaritinga. Há muitos anos eu escrevo a história de cidade, que será reunida em um livro. Vamos falar de todos os governos, inclusive do atual. Espero que não seja mais do que um asterisco.

Administração - “Eu tenho acompanhado a deterioração urbana de Taquaritinga atentamente. Nunca vi tanto buraco. A chuva é desculpa pra tudo. É desculpa para o apagão aérea e para os buracos no asfalto em Taquaritinga. O sujeito que passa anos se gabando que paga os salários dos funcionários em dia é não ter o que dizer. Isso é obra é dever de todo administrador. Não pagar em dia é inadimplência”.

Chora e sombras - “Taquaritinga sempre foi um cidade alegre, com o Negão, com o Tato, com o Sérgio, com o Milton. Não é alegre agora porque a administração é sombria. Em algumas festas, agora, os políticos choram. Chorar é falta de equilíbrio emocional”.

Recado - “Pela última vez, eu sugiro aos ocupantes provisoriamente do poder, que sejam mais respeitosos, que estudem melhor a história de nossos antepassados e que saibam compreender e aplaudir o que foi feito por todos os prefeitos. Estamos dispostos a ajudar no desenvolvimento de Taquaritinga desde que tratados com a elegância que desapareceu. Estou falando como quem conhece a história de Taquaritinga e está cansado de insultos. Taquaritinga é anterior a eles e sobreviverá a eles, e nós continuaremos aqui. Gostam de falar, gostamos também. Gostam de escrever, gostamos também. A partir de agora, nada ficará sem resposta”.

Augusto Nunes é diretor de jornalismo há dois anos da editora JB, que abrange o Jornal do Brasil, a Gazeta Mercantil e a Revista Forbes. A empresa está comprando a Editora Peixes, que publica as revista Fluir, Gula, Trip, Próxima Viagem, entre outras, e também a Editora Três, responsável pelas edições das revista IstoÉ, IstoÉ Dinheiro e IstoÉ Gente. Além disso, a empresa comprou a CNT, rede de Televisão baseada no Paraná, que a partir do final deste mês, vai se chamar TV JB, um emissora de canal aberto que será captada em Taquaritinga, e Nunes e apresentará um programa de uma hora e meia aos domingos.


         O que achou desta notícia?        Enviar para... Enviar notícia
por email
Seja o primeiro a comentar
.: Últimas notícias
24/11 - Mãe é presa por manter relações sexuais com o próprio filho
24/11 - Detento que não retornou da "saidinha" é capturado pela PM
24/11 - Polícia ainda não sabe a causa do acidente frontal que matou um e feriu dois nas proximidades da Royal Citrus
24/11 - Motorista paga fiança para não é preso por embriaguez ao volante
24/11 - Mesmo sem radar eletrônico, avenida ganha placa de sinalização
24/11 - Semáforos do centro estarão em ordem somente em 2015
24/11 - Vereadores homenageiam a comunidade negra
24/11 - Inscrições abertas para o vestibular de Engenharia Civil no ITES
24/11 - Ites pretende reunir talentos da cidade para homenagear grandes nomes da MPB
24/11 - Secretaria de Meio Ambiente e IBAMA buscam alternativas de preservação da Serra do Jabuticabal
24/11 - Tiro de Guerra promove cerimônia de troca de comando
24/11 - Taquaritinga realiza “Mutirão da Formalização” dos pequenos negócios
24/11 - Com saldo de 38 vagas em outubro, cidade aparece em 69º no ranking estadual do Caged
24/11 - CAT confirma Bentinho Previdelli na presidência, com Mazinho Nucci de vice
24/11 - Esporte Amador
24/11 - Canal Um promove show irreverente com Pedro Henrique & Fernando
24/11 - CULTURA EM DESTAQUE: Sérgio A. Sant'Anna
24/11 - PADRE ZEZINHO: Sacerdotes infelizes
24/11 - MOMENTO DE LUZ: Espera a ama sempre
24/11 - MENSAGEM ADVENTISTA
24/11 - Notas de falecimentos
24/11 - No Bico do Zuruba
24/11 - AS RUAS DE TAQUARITINGA: Milve Peria
24/11 - OPINIÃO DO LEITOR

Webmaster mauromicalli - mem@intercanal.com.br
Tribuna Taquaritinga - ©Copyright 2001 - Todos os direitos reservados
Av. Dr. Francisco Arêa Leão, 1190 - Taquaritinga - SP - Fone (16) 3253-6128
http://www.tribunataquaritinga.com.br - tribuna@tribunataquaritinga.com.br