Taquaritinga, 24 de Julho de 2014 - Ano 13   
Muitas nuvens com curtos períodos de sol e pancadas de chuva com trovoadas à tarde

Máxima 28

Mínima 16

Nublado com Pancadas à Tarde

CPTEC/INPE - 23/07/2014
» 1ª Página
» Assine
» Anuncie
» Pontos de Venda
» Tribuna do Leitor
» Expediente
» Fale com a gente
Procurar no Tribuna

Taquaritinga ainda chora a morte de seus filhos numa das piores tragédias de sua história
Motorista de van, que transportava pacientes de hemodiálise, perdeu o controle do veículo, atravessou o canteiro central e capotou, matando sete pessoas na SP-310; polícia de Araraquara abre inquérito e pede dados sobre a manutenção do veículo
21/07/2014 por Tribuna

Taquaritinga ainda chora a morte de sete pessoas vítimas de trágico acidente, um dos piores da história do município, na Rodovia Washington Luís (SP-310), em um trecho de reta da pista sentido capital no km 284, a um quilômetro da praça de pedágio de Araraquara, por volta das 5h30 de segunda-feira (14).
As vítimas eram transportadas em uma van da Prefeitura. O veículo, que pertence à Secretaria Municipal de Saúde, levava nove pacientes, três homens e quatro mulheres, com idades entre 24 e 74 anos, que fariam sessão de hemodiálise em Araraquara. Outras quatro pessoas eram acompanhantes.
Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal e liberados às famílias por volta das 17h30. O motorista e outras quatro pessoas foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e da Triângulo do Sol, concessionária que administra o trecho, à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central, de Araraquara. Outras duas vítimas foram resgatadas em estado grave e encaminhadas ao Hospital Carlos Fernando Malzoni, em Matão. Uma delas teve de passar por cirurgia.
De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, o condutor da van perdeu o controle da direção, subiu na defesa metálica, bateu numa placa de sinalização e capotou. "O motorista sofreu alguns ferimentos, mas está consciente e, segundo ele, parece que houve um problema mecânico na van. Mas as causas ainda serão apuradas através de perícia", afirmou o capitão Cesar Alexandre Cardeal, pouco depois do acidente.
Roupas, calçados e pedaços do veículo ficaram espalhados no acostamento e a pista teve de ser interditada. O local foi liberado pouco depois já que a van, após capotar, parou no acostamento lateral da rodovia.

Inquérito
O inquérito que vai apurar a causa do acidente ocorrido na segunda-feira (14), na Rodovia Washington Luís (SP-310) está sob responsabilidade do 3º Distrito Policial de Araraquara (SP). O delegado Edivaldo Ravenna já iniciou as investigações e um dos primeiros passos foi solicitar a Prefeitura de Taquaritinga informações sobre o estado do veículo, que transportava pacientes que fariam hemodiálise em Araraquara. O resultado da perícia deve sair em 30 dias.
Ravenna disse que o trabalho está em fase inicial e que, por isso, a única hipótese descartada é a de um eventual problema na via, já que a SP-310 é bem sinalizada e a pista apresenta bom estado de conservação. Os dados da Prefeitura poderão ajudar a esclarecer se houve ou não falha mecânica no veículo.

Cobranças
Tia de uma das vítimas, Claudete Silva, questiona as condições em que os pacientes viajavam. “Da hora que ele pegou meu sobrinho em casa até a hora do acidente foram 45 minutos e o motorista ainda teve que passar em Guariroba [distrito de Taquaritinga] para pegar outros pacientes. Quero que me respondam se ele conseguiria fazer isso com uma velocidade permitida”, afirmou.

Hipóteses
"Vamos depender dos laudos para saber a causa ou mesmo excluir algumas hipóteses. Sabemos que o motorista alegou um problema no carro e vamos verificar se foi isso. Essa é uma das linhas de investigação. Mas há uma série de possibilidades abertas em um acidente dessa natureza, até mesmo a de imperícia do motorista. No entanto, é cedo para afirmar qualquer coisa", contou Ravenna.
De acordo com o delegado, a imprudência normalmente motiva a maioria dos acidentes em rodovias do país. "São erros como excesso de velocidade e sono ao volante. Vamos investigar todas as possibilidades, inclusive a de um mal súbito por parte do motorista", citou.

Versão do motorista
Após receber alta, o motorista da van, João Batista da Cruz, de 47 anos, disse que o volante travou e ele perdeu o controle do veículo.
"Estava ultrapassando um caminhão e, quando tentei voltar para pegar a faixa do 'Sem Parar' do pedágio, o volante travou. Não vi mais nada", relata.
“Até o presente momento a van não tinha problema. Eu não trabalhava com esse veículo, mas tenho todos os cursos para trabalhar com ele, trabalho há 18 anos como motorista da Prefeitura”, diz ele, que teve ferimentos leves.
João ficou preso nas ferragens, mas conseguiu sair com a ajuda de caminhoneiros que passavam pelo local.
Já a secretária de Saúde de Taquaritinga, Fátima Caetano, afirmou que o veículo recebia manutenção periódica. "Os serviços são realizados com frequência e assim que é detectado algum problema, os veículos da Prefeitura são encaminhados ao serviço de reparo e manutenção", contou.
O condutor da van conta, ainda, que um dos pacientes - que morreu na tragédia - viajava com ele na frente e que os dois estavam com cinto de segurança. Mas não sabe dizer se os passageiros de trás usavam o acessório. “Atrás 90% [dos passageiros] não vão colocar [o cinto], mesmo falando, só dois ou três colocam”.
De acordo com familiares dos pacientes, os passageiros não usavam cinto. A mãe e o irmão da vendedora Michele Cristiane Batista dos Santos estavam na van e ficaram feridos. “O meu irmão falou que todos estavam sem cinto e foram todos lançados para fora da van. Minha mãe ficou presa nas ferragens. Infelizmente, foi uma tragédia”, declara ela. A Polícia Rodoviária não soube confirmar a informação do uso ou não do cinto.

Contestação
O vereador Aparecido Carlos Gonçalves, mais conhecido como Cido Bolivar, filho de uma das mulheres que morreram no acidente, cobra o esclarecimento rápido das causas do acidente. Ele afirma que os familiares dos sete mortos esperam respostas. “São vidas que se perderam, tragédia para diversas famílias. Então, o esclarecimento é necessário”, afirmou ao repórter José Lucenti, no Canal Um é Notícia, e ao G1/EPTV Ribeirão.
Bolivar contesta a versão dada pelo motorista da van, João Batista da Cruz, de que o volante do veículo travou. “É difícil agora a gente analisar à distância. O motorista alega que travou o volante, mas a gente, por entender de mecânica, sabe que não foi isso. Se foi um erro dele, um cochilo, uma navalhada, com certeza a perícia vai demonstrar”.

Comoção e dor
As sete vítimas do acidente com a van da Prefeitura foram enterradas na terça-feira (15), nos cemitérios de Taquaritinga. Dor e comoção marcaram as cerimônias de despedida das vítimas. A tragédia ganhou destaque na mídia regional. Confira uma das manifestações em ‘Opinião do leitor’, na página 2 .
Os corpos de Docilina da Silva Mattos Monfre, 51 anos, Luís Fernando Araújo, 29 anos, Renato Luís da Silva, 25 anos, e Jeferson Pitter Maicom da Silva, 26 anos, foram velados no Velório Municipal, na Praça Narciso Nuevo.
O corpo de Nair Gonçalves, de 66 anos, mãe do vereador Cido Bolivar, foi velado na casa da família, na Vila São Sebastião, para atender, segundo o vereador, a um desejo dela. Ela ia para Araraquara há pouco mais de dois anos, três vezes por semana, para se submeter a sessões de hemodiálise.
Maria Alves Teodoro, 76 anos, foi velada em uma igreja no bairro CAIC e enterrada no início da tarde de terça, no distrito de Jurupema. Já Aparecida Teixeira Capodálio, 57 anos, foi velada no distrito de Guariroba.
Centenas de pessoas, muitas delas abaladas, acompanharam os sepultamentos das vítimas do acidente. “Muito triste, acordar já com isso. É terrível”, afirma a doméstica Vera Lúcia Balieiro. O cunhado dela perdeu um irmão na tragédia.
“Eu nem acredito que aconteceu isso. Não dá para conformar. Tenho dó das mães e pais que ficam”, diz Sueli da Silva, também doméstica.
“Esses coitadinhos iam se tratar e voltaram desse jeito para casa”, comentou Helena Marcondes de Carvalho, avó de uma das vítimas. “Sinto muita dor, não podiam ter feito isso com o meu sobrinho, espero justiça de Deus”, disse Deusué Pereira da Silva, tio de uma das vítimas enterrada na terça-feira.

Luto oficial
A Prefeitura de Taquaritinga decretou luto oficial de três dias por causa do acidente. Pelo decreto, nos departamentos em que houve hasteamento de bandeiras, elas foram mantidas a meio mastro.

Sobreviventes
Aparecido Teixeira Capadólio, um dos sete feridos no acidente em Araraquara, apresentou piora no estado de saúde na segunda e foi transferido do setor de emergência da Santa Casa para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).
O homem perdeu a esposa Aparecida Teixeira Capadólio na tragédia, no dia de seu aniversário de 61 anos. Outras duas passageiras continuam hospitalizadas. A Prefeitura informou que todas as vítimas que deram entrada na UPA Central de Araraquara já foram liberadas.
Segundo a Santa Casa, Capadólio passou por diversos exames na tarde de segunda-feira e não foram detectadas hemorragias. No entanto, foi preciso a colocação de um dreno no tórax por conta de um problema no pulmão. À noite, ele teve que ser transferido para a UTI devido à piora no quadro de saúde.
Já a Santa Casa de Matão informou que uma das vítimas, uma mulher de 34 anos, foi transferida para a Santa Casa de Taquaritinga durante a noite. Outra vítima permanece internada em Matão, na UTI. Trata-se de um homem de 53 anos. De acordo com o hospital, o quadro de saúde dele é estável.


         O que achou desta notícia?        Enviar para... Enviar notícia
por email
1 comentário(s)

Leonel Aparecido Batista de Almeida - Taquaritinga:
É muito triste este acontecimento, pois tenho familiares em Taquaritinga e poderiam estar nesta van também por algum motivo. Como na reportagem falam que a van levava nove pacientes, três homens e quatro mulheres e quatro pessoas eram acompanhantes. O delegado Edivaldo Ravenna deve chamar os sobreviventes assim que saírem dos hospitais para depor, para tentar descobrir o que aconteceu realmente com este motorista, foi falha mecânica ou excesso de velocidade como a tia de uma das vítimas, Claudete Silva, questiona as condições em que os pacientes viajavam. “Da hora que ele pegou meu sobrinho em casa até a hora do acidente foram 45 minutos e o motorista ainda teve que passar em Guariroba [distrito de Taquaritinga] para pegar outros pacientes. Os familiares tem que cobrar uma explicação sobre esta tragédia para que outras não venham acontecer, pois a nossa justiça é falha e os processos acabam apodrecendo nas prateleiras e ninguém é punido.

.: Últimas notícias
21/07 - Taquaritinga ainda chora a morte de seus filhos numa das piores tragédias de sua história
21/07 - Marcelinho Carioca participa do Boi no Rolete, em Guariroba
21/07 - Vereadores aprovam 11 projetos em sessão extraordinária
21/07 - Confira a lista das pessoas que serão homenageadas pela Câmara
21/07 - UBS do Jardim Buscardi é fechada para reformas estruturais
21/07 - Comunidade da Vila Sargi comemora a festa do padroeiro
21/07 - Promotoria denuncia ex-prefeito de Fernando Prestes por fraude em licitação
21/07 - Moradores do Beira Rio reclamam das condições do asfalto
21/07 - Etam Santa Cecília participa do Dança Ribeirão
21/07 - Servente de pedreiro é acusado de mostrar pênis para garçonete
21/07 - Aposentado é preso acusado de furtar frasco de perfume
21/07 - Veículo furtado é localizado pela polícia próximo à fazenda Paraguassú
21/07 - Polícia prende dois acusados de tentar aplicar golpes na cidade
21/07 - Guariroba fica em 3º no Circuito Regional de Vôlei
21/07 - Abertas as inscrições para o 39º Campeonato de Pipas e Papagaios
21/07 - Em setembro, o 9º Campeonato de Futsal dos Comerciários
21/07 - FUTEBOL AMADOR
21/07 - Representante diplomático do Vaticano visita Taquaritinga
21/07 - Associação dos Aposentados elege Miss 3ª Idade de Taquaritinga
21/07 - CULTURA EM DESTAQUE: Sérgio A. Sant'Anna
21/07 - VOCÊ É ESPECIAL: José Carlos Hori
21/07 - SENHORITA MATRACA
21/07 - No Bico do Zuruba
21/07 - Notas de falecimentos
21/07 - MOMENTO DE LUZ: Calma
21/07 - PADRE ZEZINHO: Incapazes de conviver
21/07 - SERVOS DO SENHOR JESUS
21/07 - MENSAGEM ADVENTISTA
21/07 - AS RUAS DE TAQUARITINGA: Milve Peria
21/07 - OPINIÃO DO LEITOR

Webmaster mauromicalli - mem@intercanal.com.br
Tribuna Taquaritinga - ©Copyright 2001 - Todos os direitos reservados
Av. Dr. Francisco Arêa Leão, 1190 - Taquaritinga - SP - Fone (16) 3253-6128
http://www.tribunataquaritinga.com.br - tribuna@tribunataquaritinga.com.br